Cachorrinhos para venda

Esperança


Nunca deixes de acreditar na vida. Lembra-te sempre: só podes
olhar o futuro com esperança
se viveres o presente
com rectidão.

 

Cachorrinhos para venda

Um rapazinho olhou para o letreiro d loja onde estava escrito: “Vende-se cachorrinhos.”

— Por quanto vai vender os cachorrinhos? — perguntou.

— Entre 30 e 50 euros — respondeu o dono da loja.

— Tenho 2 euros e 37 cêntimos — disse o rapazinho. — Posso vê-los?

O dono da loja sorriu e assobiou, e do canil saíram cinco bolinhas de pêlo. Um dos cachorrinhos ia ficando bastante para trás. O rapazinho viu imediatamente o cachorrinho atrasado que coxeava, e disse:

— O que é que tem aquele cãozinho?

O dono da loja explicou que ele não tinha o encaixe da anca e que seria sempre coxo. O rapazinho ficou entusiasmado:

— É esse cãozinho que eu quero comprar.

O dono da loja comentou:

— O cão não está à venda. Se o quiseres, dou-to.

O rapazinho ficou muito aborrecido. Olhou bem nos olhos o dono da loja e disse:

— Não quero que mo dê. Esse cãozinho vale cada cêntimo, tal como os outros, e vou pagar o preço total. Vou dar-lhe 2 euros e 37 agora e 2 euros por mês até o ter pago.

O dono da loja insistiu.

— Não podes querer comprar este cãozinho. Nunca vai conseguir correr e saltar contigo como os outros cães.

A isto, o rapaz respondeu, baixando-se e levantando a perna da calça. Mostrou em seguida a perna esquerda muito torta e defeituosa, presa por um grande aro de metal. Olhou para o dono da loja e respondeu suavemente:

— Eu também não corro lá muito bem, e o cachorrinho vai precisar de alguém que o compreenda!

Dan Clark

Canja de galinha para a alma
Mem Martins, Lyon Edições, 2002

 

(Fonte: lerpensar.wordpress.com)

 

 

Voltar HISTÓRIAS


About | druckversionPrint Version | Sitemap
© Este site é uma criação de APCA desde 18/09/2008